7 Fatos Sobre Orgasmos Femininos [Bônus: Como Chegar ao Orgasmo]

7 fatos sobre orgasmos femininos [Bônus: Como chegar ao orgasmo]

Quando o assunto são orgasmos femininos, há sempre muitos mitos e desinformações divulgadas por aí em sites e redes sociais.

Há muitas coisas sobre esse tema que ainda são desconhecidas não só dos homens, mas também até de muitas mulheres.

Pensando em trazer um pouco mais de informação verídica e com embasamento para as pessoas, resolvi fazer esse artigo contendo 7 fatos sobre o orgasmo feminino.

Além de conhecer mais sobre eles, você também receberá como bônus algumas dicas de como chegar ao orgasmo.

Ficou curiosa sobre o assunto? Então acompanhe o artigo até o final e fique por dentro de tudo sobre ele.

Orgasmos femininos: conheça fatos e saiba como alcança-los

Fato 1: O orgasmo pode ser clitoriano

Esse tipo de orgasmo ocorre quando o clitóris é estimulado direta ou indiretamente, por você mesma ou pelo seu parceiro.

Ele pode ser alcançado com o uso dos dedos, da palma da mão e até de um pequeno vibrador, quando você estiver sozinha.

As terminações nervosas do clitóris não restringem-se apenas à localização em que ele se encontra, mas também até a região do monte pubiano.

É por esse motivo que o contato dessa região do seu corpo com o corpo do seu parceiro gera tanto prazer.

Fato 2: O orgasmo pode ser vaginal

O mais comum é que as mulheres atinjam o orgasmo por meio da estimulação do clitóris, mas algumas conseguem gozar apenas através da estimulação da vagina.

Se conseguir alcançar esse tipo de orgasmo, o clímax será bastante intenso e você o sentirá em todo o seu corpo, de forma profunda.

O orgasmo vaginal é alcançado, segundo algumas pesquisas, através do estímulo do chamado ponto A, ou fórnix vaginal anterior.

O estímulo do ponto A deve ocorrer através da pressão feita na parede frontal da vagina e do movimento promovido pelos dedos.

Você pode alcançar esse orgasmo sozinha usando os dedos ou apetrechos sexuais, como vibradores.

Fato 3: É possível alcançar o orgasmo através dos mamilos

Os mamilos são algumas das inúmeras outras zonas erógenas espalhadas pelos corpos das mulheres e que possuem um alto potencial para o orgasmo.

Quando os mamilos são estimulados, ocorre o mesmo tipo de ativação cerebral (no córtex sensitivo genital) proporcionada pelo toque na vagina e no clitóris.

Os orgasmos proporcionados pelo estímulo dos mamilos são tão prazerosos e potentes quanto os alcançados através dos órgãos genitais.

Peça para o seu parceiro caprichar bastante nas carícias nos seios e, posteriormente, nos mamilos, pois isso irá promover uma grande onda de prazer e irá turbinar o sexo e o orgasmo.

Fato 4: Pés aquecidos aumentam a chance de alcançar o orgasmo

Apesar de soar estranho, esse é um fato muito interessante sobre como chegar ao orgasmo feminino.

As mulheres que mantém os seus pés aquecidos têm mais chances de alcançar o orgasmo, o que pode ser explicado, provavelmente, pelas terminações nervosas na região.

É muito comum que as pessoas achem estranho fazer sexo de meia, o que seria ideal para manter os pés aquecidos, então uma boa opção é pedir para o seu parceiro fazer uma massagem com um óleo que aqueça os seus pés.

Fato 5: Mulheres no ciclo menstrual atingem o orgasmo mais rápido (e reduzem as cólicas)

Aqui vão dois fatos muito interessantes entre orgasmo e ciclo menstrual, que você provavelmente não sabia.

Durante os primeiros 15 dias do ciclo menstrual, as mulheres possuem muito mais chances de atingir o orgasmo, tendo em vista que os níveis de testosterona feminino estão elevados.

Fora isso, transar e chegar ao orgasmo durante esse período ajuda a reduzir as temidas cólicas menstruais.

Com esses dois fatos, dá para perceber que é hora de desencanar com o sexo durante o período da menstruação.

Fato 6: Os diferentes orgasmos produzem diferentes reações no corpo da mulher

Um erro muito comum é achar que as reações aos orgasmos seguirão um padrão e serão sempre iguais no seu corpo.

É importante lembrar que os orgasmos diferem entre si quando à duração, à intensidade e mesmo à umidificação produzida.

Dessa forma, seu corpo irá reagir de diferentes maneiras a depender do tipo de orgasmo que você tiver, então você pode experimentar algumas das seguintes reações físicas:

  • Contrações rápidas vaginais e do útero
  • Aumento da frequência cardíaca e da frequência respiratória, além da pressão sanguínea
  • Contrações involuntárias em diferentes partes do corpo, como pés, mãos e abdômen
  • Alívio repentino da tensão corporal e sexual
  • Ejaculação, que pode ocorrer embora e é até bastante comum

Fato 7: A ejaculação feminina é real

Por falar na ejaculação feminina, um grande mito que corre por aí é que ela não existe, o que é tomado como verdade por muitos homens e até por mulheres.

Entretanto, alguns estudos já demonstraram que a maior parte das mulheres ejaculam sim durante o orgasmo.

A ejaculação feminina é quando a mulher expele um líquido pela abertura uretral durante o clímax do orgasmo ou ainda durante o momento da excitação sexual.

Ele possui espessura e brancura semelhantes a um leite que foi diluído e contém alguns componentes que estão presentes no sêmen masculino, o que é muito interessante.

Como chegar ao orgasmo?

Agora que você viu 7 fatos sobre o orgasmo feminino, é hora de conhecer algumas dicas de como alcança-lo, sozinha ou a dois.

Veja agora 3 dicas de como chegar ao orgasmo!

Dica 1: Sozinha ou a dois, use os brinquedos eróticos

Uma dica importante de como chegar ao orgasmo, sozinha ou a dois, é utilizar brinquedos eróticos e acessórios sexuais.

Não tenha medo de inovar nem preconceito com esses produtos, pois eles são essenciais para esquentar o clima e dar uma turbina no sexo e na masturbação, aumentando o prazer e o orgasmo.

Dica 2: Escolha as posições certas

Algo que é bastante importante é testar diferentes posições sexuais para escolher aquelas que são mais certas para chegar ao orgasmo.

Quando os parceiros ainda estão no início da relação podem ficar tímidos de testar novas posições e quando já estão juntos há muito tempo podem cair na monotonia, então dessa forma é preciso sempre tentar diversificar.

A dica chave de como chegar ao orgasmo é escolher as posições que permitam, de forma simultânea, a penetração e a estimulação do clitóris.

Dica 3: Vá devagar

O que conta muito para o orgasmo feminino é a estimulação, portanto os estudiosos costumam recomendar um período de pelo menos meia hora de preliminares antes de ir realmente para o sexo.

Dessa forma, converse com seu parceiro e estimule-o a tocá-la, beijá-la e acaricia-la bastante, de modo que você consiga chegar mais facilmente ao orgasmo.

Conclusão

Como você pôde ver, o orgasmo feminino ainda é rodeado de muitos mitos e inverdades que são espalhados mundialmente.

Talvez seja por isso (e pela pouca preocupação dos homens quanto ao assunto) que muitas mulheres atinjam mais o orgasmo sozinhas do que durante o sexo.

Com os fatos e dicas de como chegar ao orgasmo que você aprendeu aqui no texto, sua vida sexual irá tornar-se bem melhor daqui para a frente.

Gostou do artigo de hoje sobre fatos sobre os orgasmos femininos e dicas de como chegar ao orgasmo?

Se ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here