O Que é Gripe Cetônica (ou Cetogênica) e Como Reduzir os Sintomas

O que é gripe cetônica (ou cetogênica) e como reduzir os sintomas

A dieta cetogênica, um plano alimentar baseado no baixo consumo de carboidratos e no alto consumo de gorduras, tem ganhado cada vez mais adeptos em todo o mundo.

Ela é uma excelente estratégia para quem deseja perder peso com facilidade e ter uma melhora geral da saúde.

Os benefícios da dieta cetogênica são muitos, fora o emagrecimento, como regulação dos níveis de insulina, redução da inflamação corporal, aumento da disposição e do bem-estar, a longo prazo.

Entretanto, como nem tudo é perfeito, as pessoas que resolvem fazer a dieta cetogênica estão suscetíveis a sofrerem com alguns efeitos colaterais que não são lá muito agradáveis.

Um desses efeitos é a chamada gripe cetogênica, ou gripe cetônica, que atinge grande parte das pessoas que estão fazendo a transição da dieta cetogênica.

A gripe cetogênica não tem nada a ver com a doença causada pelas ações dos vírus, mas os sintomas proporcionados por elas são semelhantes.

Para você que deseja conhecer melhor o que é a gripe cetogênica e como reduzir os seus sintomas, esse artigo irá ajudá-lo bastante.

Acompanhe-o até o final e fique por dentro de tudo sobre esse assunto!

Gripe cetogênica: entenda tudo sobre ela

O que é a dieta cetogênica?

A dieta cetogênica é um programa alimentar que visa a restrição no consumo de carboidratos e o aumento da ingestão de gorduras na alimentação (as quantidades de proteínas permanecem moderadas nessa deita).

Ela trata-se, portanto, de um tipo de dieta low carb e não deve ter o consumo calórico de carboidratos acima de 10% do total de calorias diárias.

O principal objetivo da dieta cetogênica é que o organismo entre em cetose, ou seja, que comece a utilizar as gorduras corporais armazenadas, que são metabolizadas no fígado e dão origem às cetonas.

Quando isso ocorre, o organismo passa por diversas adaptações metabólicas, que podem causar alguns efeitos colaterais desagradáveis e mais severos, inicialmente.

Foi a partir daí que surgiu o termo “gripe cetogênica”, o qual você verá melhor agora o que significa.

O que é gripe cetogênica?

Como dito anteriormente, a gripe cetogênica não trata-se realmente de uma gripe, como a que é causada pela ação dos vírus.

- Anúncio -

A gripe cetogênica nada mais é do que um conjunto de sintomas que as pessoas que iniciam a dieta cetogênica podem sentir durante a fase de adaptação.

Por conta dos sintomas assemelharem-se a alguns dos presentes nas gripes comuns, ela recebeu esse nome.

Os sintomas sentidos ao iniciar uma dieta com baixa ingestão de carboidratos são extremamente comuns por conta da produção de cetonas, produto da degradação de gorduras, como fonte principal de energia.

Para que a cetose seja alcançada e os sintomas da gripe cetogênica sejam sentidos, é preciso que o consumo de carboidratos não ultrapasse os 10% do valor calórico total diário.

Quais os principais sintomas da gripe cetogênica?

A drástica saída de uma dieta rica em carboidratos para um programa alimentar que restringe o consumo desse nutriente pode causar diversos efeitos colaterais desagradáveis.

O organismo necessita de algum tempo para adaptar-se às novas diretrizes alimentares, o que torna esse período de transição um pouco difícil.

Para algumas pessoas, entretanto, esse momento transitório pode ser bem mais difícil do que para outras, ocorrendo diversos sintomas que são chamados de gripe cetogênica.

Esses sintomas costumam aparecer logo nos primeiros dias de adesão à dieta cetogênica, quando o organismo sofre uma espécie de “abstinência” de carboidratos e ainda não acostumou-se a usar as cetonas como energia.

Os sintomas da gripe cetogênica variam quanto à sua intensidade e também entre cada pessoa, podendo algumas sentirem mais sintomas e de maneira mais forte.

Os principais sintomas desse período de transição são:

  • Desconfortos gastrointestinais (náuseas, vômitos, diarreia, prisão de ventre e dores de estômago)
  • Fraqueza, cansaço, fadiga
  • Dores musculares e cãibras musculares
  • Tontura e dificuldade de concentração
  • Irritabilidade excessiva e mudança de humor frequentes
  • Dores de cabeça
  • Distúrbios do sono, como insônia
  • Abstinência e ânsia por açúcar

É bom ressaltar que, apesar de os sintomas da gripe cetogênica serem a regra, existem muitas pessoas que passam pela fase de transição para a dieta cetogênica e a cetose sem sentir qualquer efeito colateral.

Os sintomas relativos à gripe cetogênica, apesar de poderem ser angustiantes para quem os sente, rapidamente desaparecem, não durando mais do que uma semana.

Apenas em alguns casos específicos é que algumas pessoas podem senti-los por um tempo maior, mas isso é raro.

Para evitar que alguém que está sentindo os efeitos colaterais da dieta cetogênica desista do planejamento alimentar, existem algumas dicas importantes para reduzir esses sintomas.

Como reduzir os sintomas da gripe cetogênica?

Como os sintomas da gripe cetogênica podem ser bastante desagradáveis, muitas pessoas acabam por desistir de continuar na dieta por conta deles.

Dessa forma, é preciso que existam maneiras de reduzir a intensidade e o surgimento desses sintomas, de modo que seja mais fácil superar esse período de transição.

Aqui abaixo vão algumas dicas de como reduzir os sintomas da gripe cetogênica!

Dica 1: Inicialmente, evite exercícios muito cansativos

Quando você inicia a transição de uma dieta rica em carboidratos para uma low carb e começa a entrar em estado de cetose é interessante que evite exercícios muito cansativos.

Se você está sentindo os sintomas da gripe cetogênica, sejam eles fortes ou fracos, evitar exercícios que sejam extenuantes pode melhorar o seu quadro (e também impedir que ele se agrave).

Os exercícios como pedaladas de alta intensidade, musculação e corridas, por exemplo, não devem ser feitos enquanto sintomas como fadiga, cãibras e desconfortos gastrointestinais estiverem presentes.

Dica 2: Durma bem e de forma adequada

É muito comum que as alterações do sono acometam pessoas que estão fazendo dieta cetogênica, e isso pode piorar alguns sintomas como cansaço e irritabilidade excessiva.

Dessa forma, evitar o consumo de cafeína, evitar comer muito próximo ao horário de dormir, tomar um banho quente e deixar o ambiente escuro podem te ajudar a dormir melhor e adequadamente.

Ter horários regulares para deitar e levantar também ajudam a reduzir os sintomas da gripe cetogênica.

Dica 3: Coma bastante gordura

Comer gordura de forma insuficiente, em uma dieta que tem como base esse nutriente, pode causar aumento dos sintomas da gripe cetogênica.

Além disso, eles ainda ajudam a manter a satisfação por mais tempo e evitam que você sofra com episódios de desejo por doces.

 Caso os sintomas da gripe cetogênica estejam muito fortes, você pode tentar cortar os carboidratos da dieta aos poucos e não de uma só vez, de forma que seu organismo adapte-se melhor à transição.

Dica 4: Mantenha uma hidratação correta

A boa hidratação é essencial para manter a saúde de qualquer pessoa em dia, e torna-se imprescindível para quem sofre com a gripe cetogênica.

Como os primeiros quilos perdidos com a dieta cetogênica são de carboidratos e água, o corpo perde as suas reservas hídricas e corre o risco de entrar em desidratação.

É por esse motivo que beber bastante água pode ajudar a reduzir os sintomas desse período de transição, como cansaço, cãibras e até problemas gastrointestinais.

Conclusão

Como você pôde ver, a gripe cetogênica nada mais é do que um conjunto de sintomas que acometem as pessoas que iniciam a transição na dieta cetogênica.

A falta de costume da utilização de cetonas como fonte energética ao invés dos carboidratos pode levar a esses efeitos colaterais.

Felizmente, logo que o corpo adapta-se todos os sintomas desse mal da transição são dissipados e você volta a se sentir bem.

Gostou do artigo de hoje sobre a gripe cetogênica?

Se ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here