Você Está Desidratada? Veja aqui! [Bonus: Dicas de Hidratação]

Você Está Desidratada? Veja aqui! [Bonus: Dicas de Hidratação]

Ao longo da sua vida é muito provável que você tenha ouvido bastante sobre a importância de hidratar-se corretamente todos os dias.

Essa preocupação e os alertas aumentam ainda mais quando você pratica alguma atividade física e também dependendo do clima da cidade onde mora, tendo em vista que a necessidade diária de líquidos aumenta.

Mas você já se perguntou alguma vez por que é importante essa hidratação? Sabe o que ocorre ao seu organismo quando você está desidratada?

Para responder essas questões, eu trouxe aqui esse artigo comentando um pouco sobre a desidratação, como saber se você está sofrendo com ela e algumas dicas de hidratação muito importantes.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então acompanhe o texto até o final!

Desidratação: entenda o que é, como diagnosticar e como evitar

O que é a desidratação?

A desidratação é uma condição temporária do organismo que ocorre quando seu corpo perde mais líquido do que você ingere/repõe.

Quando isso ocorre, o seu organismo sofre grandes dificuldades para realizar diversas funções, das mais complexas as mais corriqueiras.

Essa condição pode afetar desde a cognição mental até o desempenho sexual, por isso é tão importante ficar atenta para manter a correta hidratação diária.

A água do seu corpo é perdida de diversas formas, como pelo suor, pelas fezes e mesmo pela respiração.

Junto com essa água, você ainda perde importantes sais minerais, o que leva ao organismo a entrar em situação de desequilíbrio.

Apesar de a desidratação ser tratada como uma única condição, ela pode ser dividida em três tipos: hipotônica, isotônica e hipertônica.

Veja agora cada uma delas individualmente.

Tipos de desidratação

Desidratação hipotônica

A desidratação hipotônica ocorre quando há a perda de sal no corpo, o que leva à diminuição dos níveis de sódio séricos (no sangue).

Esse tipo de desidratação ocorre, de uma forma geral, por conta do uso excessivo de diuréticos, que são produtos ou alimentos que fazem com que o rim produza e excrete mais urina, como também em pessoas portadoras de disfunções renais.

Desidratação isotônica

Na desidratação isotônica, o que ocorre é uma perda geral do volume sanguíneo de água e eletrólitos, como após um quadro severo de diarreia ou de vômito.

Nesse tipo de desidratação, ocorre a perda tanto de água quanto de sais minerais em quantidades similares.

Desidratação hipertônica

O último tipo é a desidratação hipertônica, um quadro causado pela perda de água do organismo e o aumento, simultaneamente, da quantidade de sódio sanguíneo.

Esse é um tipo de desidratação que ocorre como consequência, ou seja, é causada por conta de outros problemas de saúde, como queimaduras severas ou diabetes tipo 1.

Como diagnosticar um quadro de desidratação?

Existem algumas formas de diagnosticar um quadro de desidratação no organismo e entre elas a principal ferramenta é a cor da urina.

Esse diagnóstico ocorre da observação da cor da sua urina, que pode variar desde transparente (super hidratada) até a cor “laranja escuro” (que significa que você está severamente desidratada).

Veja agora a escala de cor de urina que ajuda a identificar o nível de desidratação do seu organismo.

A escala de cor é, por ordem de super hidratação até a desidratação, transparente, limonada, âmbar e laranja escuro.

Urina transparente

Se a sua urina estiver transparente, então é sinal de que você está exagerando na hidratação, ou seja, beber mais água do que a recomendação diária.

Além disso, se a quantidade de xixi que você está fazendo por dia é muito alta, caso não haja nenhuma doença que influencie nesse aumento de volume, então significa também que você está super hidratando-se.

O normal é que sua urina tenha algum tom de amarelo e que você urine de 4 até no máximo 10 vezes por dia em 24 horas.

O quadro de super hidratação promove uma maior diluição dos eletrólitos no seu corpo, o que pode levar a um quadro de “intoxicação por água”, que é muito raro.

Urina cor de limonada até cerveja clara

O ponto ideal de hidratação é quando a sua urina varia entre a cor de limonada e a cor de cerveja clara.

Caso a cor da sua urina esteja dentro desse espectro de coloração, então pode ficar tranquilo e continuar a manter a sua hidratação da maneira atual.

Urina cor de âmbar

Se a sua urina encontra-se com uma coloração âmbar (laranja-amarelado), então é porque você pode estar começando a adentrar em um estado de desidratação.

Dessa forma, é importante que você comece a beber mais água e a consumir alimentos ricos nesse líquido, como a melancia e o abacaxi.

A urina fica nessa coloração por conta da falta de água, que torna os eletrólitos mais concentrados.

Urina laranja escuro

Se a sua urina estiver em um espectro de coloração entre laranja escuro e marrom, então é hora de ficar atento a sua saúde, pois você pode estar severamente desidratada.

Caso você não recomponha a hidratação necessária, pode vir a sofrer com problemas como vômitos, diarreia e febre.

A reidratação pode ser feita por meio da ingestão de água e de líquidos ricos em eletrólitos, como o Gatorade e a água de coco, por exemplo.

Bônus: dicas de hidratação

Agora que você já aprendeu mais sobre a desidratação e como diagnosticá-la por meio da coloração da urina, é hora de você conhecer algumas dicas de hidratação.

Elas são essenciais para que não haja o risco de você sofrer com essa condição que pode ser fatal, quando não tratada.

Tome pelo menos 2 litros de água por dia

A recomendação geral para o consumo de líquidos por dia é em torno de 2 litros, mas isso pode variar a depender do seu peso corporal.

O correto é que você consuma 35 ml de água por cada quilo pesado, o que no caso de uma pessoa com 70 kg gira em torno de 2,45 litros diários, por exemplo.

Essa é a dica de hidratação mais importante de todas, pois a água é a melhor forma de manter o equilíbrio de líquidos e de eletrólitos do corpo.

Para não esquecer de tomar a água recomendada diariamente, ande sempre com uma garrafinha de 500 ml a 1,5 litros por perto.

Aposte em outros líquidos: chás, sucos naturais e água de coco

Existem muitas pessoas que não gostam de tomar água mineral, o que pode ser o seu caso, o que teoricamente dificultaria uma hidratação correta.

Nesses casos, uma dica de hidratação importante é apostar em outros tipos de líquidos, como é o caso dos chás, dos sucos naturais e da própria água de coco.

Você pode também testar as águas saborizadas, que podem ser de pepino, morango, gengibre ou limão, por exemplo.

O importante é consumir a quantidade recomendada de líquidos por dia, não importa se é água mineral ou outros líquidos naturais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here